Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

03.Set.19

Ocorrências nas aldeias onde permanecem

historiasabeirario
  Finalmente chegou o verão no final do verão, nas viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra, a progressão nas distâncias continua, as histórias não se amedrontam com acontecimentos naturais, elas são ocorrências nas aldeias onde permanecem. Na aldeia de Martichel, são alvo dos olhares de quem atravessa a aldeia, de automóvel, a caminhar, abrandam, alguns com modo estupefacto. Interrogam-se, haverá quem leia na aldeia, não terão ofícios por realizar, as (...)
21.Ago.19

Ser diferente na sua terra

historiasabeirario
  O raiar do dia envia cores fantásticas e ao mesmo tempo anunciadoras do calor que se irá instalar mais logo no decorrer das viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra. O alarmismo desencadiado nas rádios e televisões são o exemplo que no interior o diabo anda á solta, como se quem ocupa este e outros territórios semelhantes não estejam familiarizados com este fenómeno. Estamos no verão é normal assim acontecer esta fúria dos elementos naturais. Seria tão (...)
31.Jul.19

Talvez um dia

historiasabeirario
  Outro dia nas viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra, uma manta estendida ocultou o sol esta tarde, com a biblioteca ambulante prestes a rumar para a aldeia do Souto, o viajante das viagens e andanças iniciará a última viagem, interropendo por duas semanas as mesmas. São dias de descanso necessários á reposição e renovação de energias, a escrita neste espaço também sofrerá um abrandamento, a mudança de rotinas assim o exige, a família, a busca de (...)
05.Jul.19

Quando lhes falta nos compromissos

historiasabeirario
A biblioteca ambulante, hoje não se desloca nos caminhos das viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra, o seu itinerário vai ser desviado na direcção da vila da Sertã, no distrito de Castelo Branco. À sua espera vão estar contadores de histórias, leituras, outras actividades, onde se destacam encontros com escritores, lançamento de livros, sessão de contos, exposições, encontros temáticos, prova oral, concentração de bibliotecas itinerantes entre (...)
06.Jun.19

Os forasteiros e as histórias

historiasabeirario
O corpo está preguiçoso. o bocejar continuo não tem fim, a manhã ao contrário do viajante das viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra, está vigorosa.Mais fresca que as anteriores, mesmo assim o sol ergueu-se sorridente, embora ameaçado pela depressão Miguel que se aproxima. Seguindo na direcção da Carreira do Mato, com vista para o rio Zêzere, a norte do concelho, as nuvens vieram ao encontro da biblioteca ambulante, não foram suficientes para travar a (...)
30.Mai.19

Dia da Espiga

historiasabeirario
Outra tarde de calor,  mágoa é palavra para esquecer nos próximos meses nas viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra, perante os dias tórridos que nunca mais acabam. O corpo habitua-se, só no início se demora a entranhar esta desordem climatérica. A biblioteca ambulante nesta Quinta Feira de Ascensão, por agora demora-se na aldeia do Souto, popularmente esta quinta feira é denominada por dia da Espiga. O costume de ir ao campo colher espiga de vários (...)
04.Jan.19

As histórias confiam

historiasabeirario
Apesar da barreira da névoa o sol consegiu posicionar-se mais alto,  motivando as viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra. A biblioteca ambulante rumou à aldeia da Bairrada, pelo caminho a paisagem surpreendeu no lugar de Sentieiras do Souto onde a geada é rainha. O imenso tapete branco formado nas margens da ribeira, vazando logo de seguida no rio, mais parecia as planícies geladas do norte da europa. Após transpôr este vale apertado a bilioteca (...)
12.Nov.18

Dando liberdade às histórias

historiasabeirario
A tarde nas viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra pedia o comparecimento no miradouro, assim após a biblioteca ambulante ter-se demorado na aldeia do Souto, escolheu outro itinerário na direcção da aldeia de Fontes, não foi pela aldeia de Atalaia nem pelos lugares de Sentieiras do Souto, Carrapatoso, Bairrada,  foi no sentido da aldeia do Carvalhal, S. Domingos. Lá em cima o ar fresco não impediu o viajante de ter outro olhar sobre o rio Zêzere. É (...)
09.Nov.18

A letargia da aldeia

historiasabeirario
     A letargia da aldeia paira por todo o lado, só o som da água vinda da bica a cair no pequeno tanque a quebrar a tranquilidade, ao mesmo tempo a embalar o viajante da biblioteca itinerante na Aldeia do Mato, nas viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra. Lá mais à frente no limite da aldeia com o rio, um homem apanha azeitona, não se vê mais ninguém, a melodia dos pardais distrai o transeunte. O rio descansa do rebuliço dos meses de calor, a (...)