Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paulo Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paulo Auster

09.Nov.18

A letargia da aldeia

IMG_20181109_112016.jpg

IMG_20181109_112122.jpg

 

IMG_20181109_111707.jpg

IMG_20181109_111848.jpg

 

IMG_20181109_104226.jpg

IMG_20181109_111701.jpg

IMG_20181109_111735.jpg

IMG_20181109_111746.jpg

IMG_20181109_111809.jpg

 A letargia da aldeia paira por todo o lado, só o som da água vinda da bica a cair no pequeno tanque a quebrar a tranquilidade, ao mesmo tempo a embalar o viajante da biblioteca itinerante na Aldeia do Mato, nas viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra. Lá mais à frente no limite da aldeia com o rio, um homem apanha azeitona, não se vê mais ninguém, a melodia dos pardais distrai o transeunte. O rio descansa do rebuliço dos meses de calor, a normalidade instalou-se outra vez.