Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paulo Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paulo Auster

06.Nov.18

À volta da panela com a melhor sopa do mundo

IMG_20181106_142740.jpg

 

IMG_20181106_144603.jpg

 Esta tarde desloquei-me ao espaço infantil da biblioteca tentar encontrar um livro pedido por uma pequena leitora da biblioteca ambulante, deparei com um grupo de meninas e meninos centralizados na história que a Celeste e a Silvia lhes liam em voz alta, ao mesmo tempo teatralizada, tendo como personagens uns bonecos retratando os animais da floresta, esses animais caminhando pela floresta deparavam com a casa da tartaruga que tinha ao lume uma panela com água para fazer uma sopa. Cada vez que um batia à porta pedindo licença para entrar, entregava um legume, que pelas mais variadas causas traziam num saco. O titulo da história, " A melhor sopa do mundo ", como cenário, uma lareira com chaminé e trempe para suportar a panela. Ao ouvi-las lembrei-me do que ouvia dos meus pais e avós, no tempo da guerra uma sopa ou um caldo foi muitas vezes a refeição ao almoço e ao jantar, para eles foi a melhor sopa do mundo. Com a sopa conseguiram ultrapassar anos de menos abundância, um pouco de água, uns legumes à mistura e já está, todos se reuniam à mesa à volta da panela, confortando o estômago  dialogando uns com os outros, socializando, como se diz no presente. Noutro cenário, a biblioteca sendo a panela com água, os livros os legumes, os leitores, esses, consomem a água da panela, a sopa, para uns está salgada para outros está boa, alguns até podem dizer que é pouca. O importante é que todos se juntam na panela absorvendo o seu conteúdo, tornando-se mais convincentes, experientes e conhecedores. Leiam a história, dela retirem as diversas mensagens que se adaptam a múltiplas lições que se encontram no dia a dia de cada um de nós. Logo em casa não se esqueçam de comer a sopa, aliás comam sopa todos os dias, o mundo será melhor assim.