Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paulo Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paulo Auster

04.Jul.18

Alguém traga livros

16602786_10208183931424164_3050771389079116480_n.j

16681858_10208183931864175_7815505696735860650_n.j

 Chego à aldeia de São Facundo com o termómetro da biblioteca ambulante a marcar seis graus, nas viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra. Nas charnecas a água explora expontaneamente, inundando trilhos, alcançando a passagem estreita antes da estrada, causando pequenos riachos. Na aldeia os aldeões estão recolhidos, aquecendo-se ao fogo das lareiras, aguardando a noite e os que ainda não regressaram dos seus trabalhos a casa. A biblioteca ambulante espera que de repente alguém traga livros, que recomeçe noutros, dialogue a respeito da horta, do período em que existimos!