Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

30 Abr, 2018

Motivar as aldeias

Na horta, uma moto enxada realiza o seu trabalho lavrando a terra, empurrada pelo homem, com algum esforço a faz mover, tornando o solo de uma cor castanha escura. As suas rodas dentadas movem a terra, formando um longo e direito rego com alguma profundidade, onde se irão alojar as sementes. Lá em baixo o rio tem as suas águas paradas, tão apertado que está dentro do leito. As gotas geradas pelo orvalho da madrugada, cintilam nas folhas das árvores, quando atigindas pelos raios solares, o chilrear itenso das árvores, o esvoaçar estonteante, advinham dias incansáveis. São estes os sons, a mobilidade, produzida na aldeia da Bairrada, nesta manhã primaveril nas viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra, é a actividade que se pode ter, embora o potencial para outros géneros de acção está cá, nesta e noutras, haja quem queira apoiar e motivar as aldeias.

 

30712572_10211341113431741_9121790867688914944_o.j

30729383_10211341116271812_7753295758970847232_o (

30708149_10211341118871877_192995463547322368_o.jp

30709831_10211341121351939_1406581512899395584_o (

30739310_10211341124992030_608915230294016000_o.jp