Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

IMG_20210526_144908_221.jpg

Coloquei os jornais e revistas na mesa do café, falei em voz alta, de que se podiam servir da leitura durante a permanência da biblioteca ambulante, estacionada no exterior. Agradeceram, saí, o engodo estava lançado, agora será a paciência a prevalecer. Também é assim na pesca, até que o peixe morda a isca, não é imediato, há luta, solta-se linha, enrola-se, depois de alguma disputa e movido pelo cansaço, o peixe deixa-se agarrar pelas mãos do pescador. Na leitura o processo pode durar dias e nem sempre o viajante das viagens e andanças consegue atrair leitores, perdura a insistência perante a ausência daqueles que não têm hábitos ou gosto de ler. 

4 comentários

Comentar post