Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paulo Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paulo Auster

13.Set.18

Encanto literário

IMG_20180913_112834.jpg

 

Na deslocação nas viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra com destino à aldeia da Foz, o desapertado vale antes da aldeia de Bemposta, apresenta-se com uma cortina muito fina de fumo rompendo entre os sobreiros. Percebo através do odor que se faz sentir, que a mesma tem origem na cortiça a ser escaldada nas caldeiras da cortiçeira que deixei para trás na viagem. O estio matinal é semelhante aos anteriores desta semana, trabalhadores rurais colhem pimentos em grandes parcelas de terreno, outras fracções encontram-se lavradas para serem cultivadas no momento adequado. Na aldeia da Foz os marmeleiros que ladeiam a estrada e rua principal estão repletos de frutos, os canteiros que ornamentam os jardins das pequenas casas, continuam floridos dando uma beleza fora do comum ao lugar. Na biblioteca ambulante as cores das lombadas dos livros dão um encanto literário diferente a quem vier.