Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Ganharam prazer...

IMG_20220520_105022.jpg

O ar quente apoderou-se das histórias no interior da biblioteca ambulante quando as portas se abriram. Pouco tempo se manteve cálido, ao entrarem as crianças trouxeram a frescura da idade,  sorrisos de ingenuidade, encheram o lugar de felicidade. As histórias não paravam de andar de mão em mão, grandes de mais para tamanha tarefa, tinham dificuldades em pesquisarem letras e palavras. A professora ajudava como podia, de um lado para o outro abrindo as histórias, libertando os bonecos que animam a organização das expressões e frases, quem estivesse atento podia ver a bonecada a divertir-se. Jogavam às escondidas com as letras, a correr atrás das palavras, queriam acompanha-las, só assim fazia sentido. Nesta brincadeira, as crianças foram-se envolvendo, ficaram quietas e ganharam prazer nas histórias que ouviam.