Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Histórias narradas noutro tempo (revistas e corrigidas)

IMG_20190301_085645.jpg

 

Hoje, o território que percorro nas viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra, é o do norte do concelho. Palmeando as suas estradas e caminhos, vislumbro paisagens demasiadamente castanhas. Nalguns lugares a cor negra predomina, destroços de árvores de grande porte, cruzam-se derrubadas com outras de menor envergadura num solo que perdeu a seiva, a terra liberta odores acres, a vegetação carbonizada. Aos meus olhos vêm-me imagens de zonas bombardeadas que nos chegam através da televisão. Os livros que transporto, têm histórias, onde há paisagens, cheiros, pessoas, alegria, tristeza, guerras e paz! A biblioteca ambulante é personagem principal de histórias reais em dias diferentes, para pessoas genuínas, reais, com histórias de vida que não podem ser esquecidas! 20 de outubro de 2017.