Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Nunca deixaram de enfrentar obstáculos

IMG_20200131_160157.jpg

 

As névoas dão o mote para as viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra, um véu de água miudinha mantém-se desde as primeiras horas do dia. Não sei por mais quanto tempo este envolvimento atmosférico perdurará, mas enquanto as histórias se intrometerem nos lugares que a biblioteca ambulante visita, nenhuma cortina as ocultará, na promoção da leitura. A chuva tomou conta da tarde na aldeia de Martinchel, a colocação de um painel informartivo da reponsabilidade da Junta de Freguesia, no local da permanência da biblioteca ambulante não conseguiu impedir a progressão das histórias no local. Como é possível não recordar os momentos consecutivos das viagens e andanças na aldeia, e complicar a paragem da biblioteca ambulante na terra que administram. As histórias e as leituras nunca deixaram de enfrentar obstáculos, religiosos, políticos, de princípios, regras e preceitos, não é este pequeno incómodo que as fará remover para outro local. Infelizmente de onde deveria surgir o exemplo, a disseminação, o contágio  pela leitura no local, demonstra-se o contrário, ignorando a biblioteca ambulante.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.