Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

IMG_20220927_145341.jpg

A cor dourada da manhã não estimula os leitores saírem de suas casas, talvez o bafo frio do vento os retenha. Enganei-me, a carrinha da padeira a buzinar ruidosamente, ainda não tinha alcançado as primeiras casas da aldeia, retirou imediatamente alguns de casa. Outra vez traído pela vontade da presença de amantes da leitura, logo estes não se prendem às histórias para manterem a estabilidade emocional. Com os sacos presos nas mãos, não vá a aragem endiabrada levá-los, cercam a padeira esticando o braço cuja mão prende o saco agitado fortemente em diversos sentidos. O bloqueio à padeira desvanece consoante os cobiçosos por pão são despachados um a um com os sacos cheios de pão. O largo arrefeceu novamente após a partida da padeira, pela rua acima com a buzina a zangar-se outra vez, avisando os mais distraídos que os quer na rua de sacos na mão para comprarem o pão. 

 

 

2 comentários

Comentar post