Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Parecia que aquelas pequenas luzes...

IMG_20220802_114415.jpg

O homem velho estava com  um  olhar radiante, manobrava o volante da biblioteca ambulante tentado estacionar o melhor possível, logo ali na entrada da porta da sua casa os seus olhos cintilavam. Parecia que aquelas pequenas luzes me queriam iluminar o local onde iria demorar-me. Ao lado, a sua filha sentada, deduzi que as férias a tinham trazido à aldeia visitar o pai. Lembrei-me da conversa que tinha tido com ele na última presença da biblioteca ambulante na aldeia, a sua mulher partiu na viagem que não tem regresso há poucos meses, sozinho aproveita as oportunidades que tem para conversar com quem por aqui fica junto da fonte. Naquele dia eu fui o sortudo por ter ficado junto dele enquanto o seu almoço não chegava do Centro de Dia. Hoje, aquele olhar transmitia sentimentos alegres, o jornal que lhe dei não teve a importância  dos outros que lhe entrego sempre que aqui me detenho.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.