Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paulo Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paulo Auster

21.Jan.19

Por fraqueza não a frequentam

IMG_20190121_160515.jpg

IMG_20190121_155623.jpg

IMG_20190121_155323.jpg

A biblioteca ambulante entra na serenidade da rua principal da aldeia de Bicas, quando um pouco mais adiante, saía de sua casa a Beatriz. Numa das mãos leva o saco com as histórias lidas, desde a última vez que as viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra por cá passaram. A Paulina queixa-se da geada que lhe tinha queimado tudo na horta, nem as laranjas escaparam. A tarde solarenga avança a conversa decorre mais um pouco, a temperatura encolhe-se perante o afastamento do sol. Também as leitoras partem, tentando escapar aos vários sopros do vento frio que se começa a fazer sentir. Pouco depois é a vez da biblioteca ambulante iniciar outra viagem, com destino à aldeia de São Miguel do Rio Torto, aqui o largo encontra-se despido de gente, não tarda os transportes públicos chegam, do interior desprendem-se alguns jovens vindos das escolas da cidade, a pressa de tornarem a suas casas é descuidada, a biblioteca acena-lhes com as histórias, por fraqueza não a frequentam, iniciam o dia demasiado cedo, têm acesso a outros suportes, nao olham a biblioteca como uma protectora,  disponível para os auxiliar na sua aprendizagem e crescimento. São os mais pequenos os mais velhos, os grandes entusiastas. Invadem o seu espaço usufruindo das histórias, das músicas, dos filmes, são companhia nos seus lares, os enredos discutidos, as melodias trauteadas, a qualidade das películas analisada. No regresso tenho como companhia uma super lua iluminando o meu caminho.

 

4 comentários

Comentar post