Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

25.Out.21

A informar que há tempo para ler...

historiasabeirario
Foram cinco minutos  de notoriedade as histórias, a biblioteca ambulante, atrás a magia acontecia, espontaneamente as crianças alheadas do que as rodeavam, escutavam as histórias escolhidas por elas, lidas pela Sílvia e a Celeste. As palavras foram preparadas mil vezes , alinhadas aguardavam, nunca mais, a delonga aumentou a desinquietação, de repente, cinco, quatro, três, dois, um, e agora. As palavras arrumadas começaram a desorganizar-se, queriam passar à frente uma (...)
02.Jul.21

Dia mundial das bibliotecas...

historiasabeirario
Dia mundial das bibliotecas, dia mundial dos leitores que exageram das bibliotecas, dia mundial de todos aqueles que colaboram na promoção do livro e da leitura. A pequenada veio celebrar o dia na biblioteca ambulante, ocupam o espaço, retiram histórias, folheiam páginas, lêem as poucas letras que compreendem,  olham as ilustrações que os motivam a terminar rapidamente a história. Insuficientes no manusear, rasgam folhas, não importa, é dia mundial das bibliotecas. É dia da (...)
05.Mar.21

Por serenatas de amor à leitura...

historiasabeirario
Na hora de bater à porta, são as janelas que se escancaram, por serenatas de amor à leitura, de quem recebe e de quem dá histórias. Os sorrisos demonstram a gratidão dos abrantinos pelo acontecer do "Biblioteca à porta" nas suas vidas cativas de um tempo inseguro. São as histórias que lhes valem, dão-lhes liberdade, e asas para voarem nas páginas dos livros, encavalitados nas letras a correrem, consumindo palavras e frases adiante. Há muito que as janelas de Abrantes não (...)
23.Fev.21

Bilblioteca à porta

historiasabeirario
A manhã ergueu-se com o sol a espreitar quando as nuvens o consentiam, a temperatura não era a mais acolhedora, a vontade muita, do viajante das viagens e andanças. A "Biblioteca à porta", caraterística actual de levar histórias aos leitores, iniciava a viagem pelas ruas do limite urbano da cidade. Não quero dizer com isto que as freguesias rurais estejam excluídas, todas se aglomeram no "Biblioteca à porta", hoje aconteceu dentro do limite urbano. Todos os leitores estão (...)
22.Set.20

Não resolvam com autoritarismo

historiasabeirario
Hoje, ao deixar o meu filho na escola fui admoestado por um agente da autoridade, ao entrar na rua circundante do estabelecimento de ensino, bem o vi (a primeira vez desde que o meu filho frequenta a escola) lá ao fundo girando os antebraços, como que a alertar, vem depressa, não interrompas a marcha. Há quatro anos para cá que enfrento (com outros pais) a fila de automóveis, diariamente no período de aulas, muitas com um quilómetro de extensão ou mais, até estacionar defronte do (...)