Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

11.Set.20

Histórias narradas noutro tempo (revistas e corrigidas)

historiasabeirario
  Não é a primeira vez que escrevo sobre o local, até onde a vista me permite alcançar, do lugar cujo itinerário das viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra me trouxeram. Refiro-me à pequena aldeia da Bairrada, situada na freguesia das Fontes. Há mais de cinquenta anos atrás, certamente de onde estou estacionado com a biblioteca ambulante, não conseguiria ver o rio Zêzere, o seu leito corria selvagem lá bem no fundo. Através da acção do homem, o rio (...)
11.Out.19

A ruralidade da sua terra

historiasabeirario
  As viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra, estão na estrada em direcção à aldeia da Bairrada. Empinada sobre o rio Zêzere, observatório natural de uma grande extensão, o rio, a floresta, interrompida por minúsculas manchas espalhadas de cores alanrajadas. Telhados de pequenas casas edificadas, misturadas com as árvores, segundas habitações, lares permanentes, acessíveis por caminhos estreitos e irregulares. Lugares recompensadores, de independência, (...)
24.Mai.19

Não se podem atrasar

historiasabeirario
O vento desagradável desta manhã avivou a minha alergia, sem se ter ainda ausentado defenitivamente andava distraída. Incomodado, com a ventania mais impetuosa lá fomos, a biblioteca ambulante rumando nas viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra. Serpenteando, a biblioteca ambulante rola com destreza, a inclinação não muito acentuada, torna-se fácil de ultrapassar, contudo sem se dar por isso, avançamos sempre a subir. A ramagem dos jovens eucaliptos que (...)
12.Abr.19

Disponibilidade das palavras

historiasabeirario
A primavera voltou nesta manhã de viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra, lá em baixo o rio acena-me com saudades dos mergulhos de verão nas suas águas. As margens bastante visíveis são indicadoras da escassa precipitação ocorrida até agora. A biblioteca ambulante na aldeia da Bairrada, abriu as portas de par em par, para quem se aproximar vindo da horta, por curiosidade, entregar histórias, caminhando pelo campo, aproveitar a disponibilidade das palavras (...)
25.Mar.19

Ser invasiva

historiasabeirario
  No lugar de Sentieiras do Souto a ribeira corre alegre, na direcção do cada vez mais afastado braço do rio Zêzere que ali chega. Encolhe-se o braço, estende-se a terra e continuará assim se não houver precipitação abundante. O mais certo é que a ligação do rio com o seu afluente se perca definitivamente até ás próximas chuvas no próximo outono. A biblioteca ambulante nas viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra, testemunha o enchimento das ribeiras (...)