Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

26 Nov, 2021

Um guardador...

IMG_20211126_142017.jpg

 

A condição social presentemente não é a melhor, o desconforto psíquico, a aflição, escoltam muitas pessoas diariamente. As paragens laborais pelo motivo que todos sabemos, somando a crueldade dos compromissos bancários, instituições de crédito na hora de cobrar, o afastamento e tantas outras situações que acontecem não só nas aldeias da minha terra mas na generalidade do país. A lentidão, os retrocessos da normalidade, alertam o viajante das viagens e andanças, quando alguém se aproxima e desata palavras sobre isto e aquilo, ouvindo tenta perceber que palavras são estas. Aconteceu hoje mais uma vez, no itinerário da biblioteca, foi surpresa, leitor habitual dos jornais, de histórias, mas a necessidade foi tanta de expor o sentimento que agonia a sua consciência. No início não estava preparado, pois este imprevisto não deveria acontecer nesta pessoa, mas estava ali mesmo à minha frente, o tempo passou, ele desabafou, foi um momento que não vou esquecer. No final, na abalada da biblioteca ambulante, agradeceu. Agradecido estou eu, pela confiança em alguém que chega para trazer histórias e parte como um guardador do que há mais de escondido.