Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Uma benção...

IMG_20210621_151112_223.jpg

Regressar à estrada, tornar a esvaziar o tinteiro da caneta nas "Histórias à beira rio", retomar engrenagens nas viagens e andanças com letras, atravessar e permanecer nas aldeias, falar com as pessoas. Foi o que aconteceu hoje no primeiro dia de verão, apesar da visita da chuva de manhã na aldeia do Souto. Uma benção para o viajante das viagens e andanças, podia estar sempre assim, a levar histórias, implicado nesta temperatura amena. Na Atalaia o quotidiano não se alterou, no largo o padeiro vende o pão, à sua chegada ouço portões a bater, vozes apressadas, as panelas estão no fogão, a inércia é assim quebrada nesta rotina. Com a biblioteca ambulante não são muitas as vozes, sem pressa, pausadamente questionam, observam, procuram histórias que as removam deste tempo controverso. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.