Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Histórias à Beira Rio, viagens e andanças com letras pelas aldeias da minha terra

"Afinal, a memória não é um acto de vontade. É uma coisa que acontece à revelia de nós próprios." Paul Auster

Vivam as bibliotecas...

IMG_20220516_162354.jpg

Estamos a celebrar as bibliotecas, as fixas e as móveis, é nas últimas que me vou segurar.  Bibliotecas ambulantes, exploradoras de territórios, viajantes procurando leitores nos lugares onde as populações escasseiam. Realizando traços de leituras em circunstâncias muito difíceis, os sorrisos daqueles teimosos afastados das cidades, quando recebem as histórias, deixam para trás os dias que não paramos de suar, aqueles onde os agasalhos seriam bem vindos. Manhãs e tardes com ausências, quotidianos apressados não permitindo a presença de leitores. Parece impossível, nos sítios onde o tempo corre devagar, alguns dos que existem não têm oportunidade de se aproximarem das histórias. Bibliotecas ambulantes, sempre a levar hipóteses, obstáculos à solidão. Viajantes de viagens e andanças que não desistem das pessoas, das histórias que levam e das que recebem. Vivam as bibliotecas...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.